BATATAS FRITAS

E eu resolvi almoçar no L’ entrecôte de Paris, sozinha. Não costumo ir a restaurantes sozinha. Não porque não goste, mas porque quando como sozinha é sempre algo rápido e prático. Mas eu estava com tempo. E hoje, ao invés de pegar uma bandeja de outro bom restaurante qualquer da praça de alimentação (e tinham ótimas opções), eu queria me mimar um pouco mais. Sentar num ambiente mais aconchegante, mais reservado. Ficar comigo.

Preciso dizer que quando almoço sozinha as pessoas me olham de um jeito estranho. Nunca entendi o porque. A garçonete, apesar de simpática, lançou-me este olhar. Só por isso, reparei que era a única, no restaurante cheio, que estava almoçando sozinha. Nem liguei. Me achei o máximo, na verdade.

Aceitei o couvert. Me arrependi logo depois, pois se tratava de um pão com manteiga. Mas comi. Jamais negaria qualquer coisa com manteiga. Depois, veio uma salada de folhas verdes, com nozes e tomate cereja. Um molho bem gostoso junto. E, o astro do restaurante, o prato principal, chegou logo depois. O ponto exato da carne – mal passada, como havia pedido. Um molho absurdamente bom borbulhando por cima. E tipo, toneladas de batata frita.

Até ai, um almoço gostoso. Em minha companhia. Só que aconteceu algo mágico quando eu comi as batatas fritas: meus olhos encheram de lágrimas.
Vocês podem perguntar: “MAS PORQUE VOCÊ CHOROU COMENDO BATATAS FRITAS?” Eu explico.

Não foi porque eu estava sozinha, nem porque as batatas estavam muito quentes. Foi porque eu estava comigo mesma. Estava em contato com toda a minha sensibilidade. E no exato momento que mastiguei as batatas, lembrei da minha mãe. Aquelas batatas fritas me levaram direto para casa.

Fui transportada para a sala da casa da minha mãe, que, muito cuidadosa e carinhosa, sempre prepara um bife com batatas fritas que eu adoro. Ela coloca numa bandeja e escreve eu “eu te amo” no guardanapo. E aquelas batatas fritas eram exatamente iguais a da minha mãe. Mais delicioso que o prato, foi a memória afetiva que ele me provocou. E é uma delícia quando isso acontece.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s